Pré-carregador

A Carregar

imagem

Cursos para desempregados

Estás à procura de cursos para desempregados?

Aqui, vamos apresentar as melhores ofertas de formação para desempregados. Vamos ainda falar da importância da formação para a tua carreira e procura de emprego!

Vem connosco!

Publicidade

A importância da formação para desempregados

Formação para desempregados
Formação para desempregados

A oferta de curso e até cursos gratuitos para desempregados é vasta.

Portanto, é fundamental que quem se encontra em situação de desemprego escolha bem a formação adequada para si e possa atualizar as suas competências profissionais e voltar mais apto que nunca ao mercado de trabalho.

Antes de ver a lista de melhores cursos para desempregados, vamos entender como a evolução do mercado motiva a necessidade de formação constante.

Formação é sempre valorizada

Para os profissionais é uma forma de valorização, na medida em que reforçam as suas habilitações e conhecimentos.

Por outro lado, as empresas também saem beneficiadas, na medida em que os seus colaboradores são detentores de mais e melhores competências e por consequência conseguem ser mais produtivos.

Pode ser útil ler também sobre Os 10 melhores sites de emprego em Portugal.

É importante fazer formação se estiver desempregado?

Sala de Formação
Sala de Formação

A resposta é um grande SIM.

A formação profissional é sempre importante, mas para quem se encontra desempregado ainda mais.

De facto, para quem se encontra em situação de desemprego, a aquisição de novas competências e/ou a atualização de conhecimentos é fundamental, para aumentar a atratividade do perfil aos olhos dos recrutadores.

Vamos ver as ofertas de formação para desempregados.

Publicidade

Os melhores cursos para desempregados 

Sala de Formação Curso de Beleza
Sala de Formação Curso de Beleza

Desde cursos gratuitos a formação financiada, são várias as possibilidades e em áreas bem distintas, como:

  • Contabilidade;
  • Administração;
  • Comércio;
  • Informática;
  • Hotelaria;
  • Marketing;
  • Entre muitos outros.

Antes de avançar, importa perceber os conceitos de formação que mencionámos atrás: cursos gratuitos e formação financiada.

Cursos Gratuitos Vs Formação financiada

Se os cursos gratuitos não têm custos para os desempregados, os cursos financiados podem até trazer algum retorno financeiro.

Na formação financiada, esta é gratuita, mas aos formandos (desempregados) é atribuído:

  • Uma bolsa de formação;
  • Subsídio de alimentação (diário);
  • Subsídio de transporte.

Certo é que estes cursos para desempregados serão essenciais para a tua (re)inserção no mercado de trabalho e para a tua evolução pessoal e profissional.

Preparado para escolher as tuas formações?! Então vamos ver onde podes começar a procurar.

Publicidade

1. Cursos no Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP)

Cursos no site do IEFP
Cursos no site do IEFP

O IEFP (mais conhecido como Centro de Emprego) não serve apenas para procurares trabalho. Aqui também vais poder aceder a uma vasta oferta de formação.

O IEFP dispõe de várias medidas de formação gratuita e financiada, nomeadamente:

Vê também 8 dicas para encontrar emprego rápido.

2. Cursos no Centro de Formação Profissional para o Comércio e Afins (CECOA)

Cursos site da Cecoa
Cursos site da Cecoa

O CECOA é outra das opções a analisar para quem procura cursos para desempregados.

Aqui vais poder encontrar diversos cursos gratuitos e também formação financiada, nas seguintes categorias:

  • Formação Empresarial;
  • Formação Jovens;
  • E formação para Adultos.

Cursos disponíveis na CECOA

A oferta aqui é muito diversificada, existindo os seguintes cursos:

  • Marketing;
  • Vitrinismo;
  • Merchandising;
  • Atendimento;
  • Vendas;
  • Negociação;
  • Gestão;
  • Contabilidade;
  • Secretariado e Trabalho Administrativo;
  • Línguas;
  • Informática;
  • Formação de Formadores;
  • Atendimento;
  • Vendas;
  • Turismo.

Estas são algumas das áreas de formação disponíveis.

Basta acederes ao site da CECOA na secção de pesquisa de cursos, definires os critérios de pesquisa e os resultados vão saltar à vista. 

Publicidade

3. Cursos no Centro de Serviços e apoio às Empresas (CESAE)

Cursos Site Cesae
Cursos Site Cesae

No mercado há mais de 30 anos, o site de cursos CESAE é outro dos sites que vais querer visitar se procuras cursos para desempregados.

Alguns dos programas são comuns aos disponibilizados pelo IEFP e também aqui há uma multiplicidade de áreas de formação, como por exemplo:

  • Inglês comercial;
  • Criação de vídeos;
  • Técnico de multimédia;
  • Comércio digital
  • Técnico de informática.

Se estás à procura de emprego, pode ser interessante ver as oportunidades de trabalhar remotamente.

4. Centro de Formação Profissional da Indústria da Construção Civil e Obras Públicas do Norte (CICCOPN)

Cursos Ciccopn
Cursos Ciccopn

Resultante de um protocolo estabelecido entre o IEFP e a Associação dos Industriais da Construção Civil e Obras Públicas, nasceu o CICCOPN.

Este centro surgiu com o intuito de colmatar as falhas em termos formativos na área da Construção Civil e Obras Públicas.

E é nessa área que aqui vais encontrar vários cursos possíveis, para jovens e adultos, onde é possível obter a formação e certificação necessária para trabalhar.

Cursos para desempregados disponíveis

Exemplos de cursos:

  • Técnico/a de Instalações Elétricas;
  • Técnico/a de Segurança no Trabalho;
  • Ambiente;
  • Betão, ferro e cofragens;
  • Canalização;
  • Condução de obra;
  • Contabilidade;
  • Energias renováveis;
  • Gás;
  • Informática;
  • Línguas;
  • Logística;
  • Marketing digital;
  • Proteção civil;
  • Medições e orçamentos;
  • Reabilitação e manutenção de edifícios;
  • Recursos humanos;
  • Secretariado e trabalho administrativo;
  • Serralharia civil.

São mesmo muitos cursos. Vale a pena consulta o site.

5. Outras Empresas de formação em Portugal

Na verdade, há várias empresas de formação hoje que dispõe de cursos para desempregados e até formação financiada.

É incrível!

Não deixes de pesquisar por centros ou empresas de formação na tua região, podes encontrar outros resultados.

Deixamos alguns exemplos:

Cursos online para desempregados – uma alternativa?

Cursos para desempregados
Cursos para desempregados

Esta é outra das opções que não deves descurar se procuras cursos para desempregados.

As ofertas são muitas e variadas. Mais. Em muitos casos, as ofertas de cursos são gratuitas.

Eis alguns dos sites onde podes procurar:

Não podemos deixar de sugerir os 10 melhores sites de emprego, para te ajudar a encontrar a tua próxima aventura.

Entretanto, vamos entender melhor a importância da formação para os profissionais na sua generalidade.

O impacto da formação para os profissionais

formação

Como referimos antes, a formação profissional tem cada vez mais um papel preponderante no mundo laboral.

Não obstante a imposição legal (no Código do Trabalho), são várias as mais-valias que a aposta na formação profissional tem para oferecer.

Ora vejamos:

1. Potencia a produtividade e rentabilidade dos profissionais

Quanto mais formação tiveres na tua área, mais dotado de competências estarás, logo terás mais capacidade para rentabilizar o teu trabalho e seres mais produtivo. 

2. Aquisição de novos conhecimentos e competências

A formação profissional vai dotar-te de novos conhecimentos e competências fundamentais para desempenhares as tuas funções da melhor forma e, até, evoluíres.

3. Revalidação e atualização de conhecimentos

Diz o ditado que “saber não ocupa lugar”. E mais do que isso, o saber não tem fim.

Não penses que o que aprenderes hoje vai ser sempre suficiente.

Não é. E é para isso que serve a formação.

4. Diferenciação profissional

Num mercado laboral tão competitivo como o atual a formação pode valorizar o teu perfil e Curriculum Vitae (CV).

Teres um bom leque de competências e formações adequadas à tua área profissional pode fazer (toda) a diferença na hora do recrutamento e até da promoção/evolução profissional.

5. Inserção profissional

Seja porque estás a chegar agora ao mercado de trabalho ou porque estás desempregado, a formação pode ser chave do sucesso, já que melhora as tuas possibilidades de inserção no mercado.

Razões mais que suficientes para apostares na tua formação, não te parece?

O que diz a lei sobre formação profissional?

Lei do trabalho
Lei do trabalho

A formação profissional está legislada no Código do Trabalho, na subsecção II – Formação Profissional, mais precisamente no artigo 131º, sobre Formação Contínua.

O que diz o Código do trabalho?

1 – O empregador deve promover “desenvolvimento e a adequação da qualificação do trabalhador, tendo em vista melhorar a sua empregabilidade e aumentar a produtividade e a competitividade da empresa”; deve ainda “assegurar a cada trabalhador o direito individual à formação, através de um número mínimo anual de horas de formação, mediante ações desenvolvidas na empresa ou a concessão de tempo para frequência de formação por iniciativa do trabalhador”; “organizar a formação na empresa, estruturando planos de formação anuais ou plurianuais e, relativamente a estes, assegurar o direito a informação e consulta dos trabalhadores e dos seus representantes; e “reconhecer e valorizar a qualificação adquirida pelo trabalhador”.

Código do Trabalho, na subsecção II – Formação Profissional, mais precisamente no artigo 131º

O empregador deve ainda “assegurar, em cada ano, formação contínua a pelo menos 10 % dos trabalhadores da empresa”.

2 – O trabalhador tem direito a um mínimo de quarenta horas de formação contínua por ano. Nos casos de contrato a termo por um igual ou superior a três meses o trabalhador tem direito “a um número mínimo de horas proporcional à duração do contrato nesse ano”.

Código do Trabalho, na subsecção II – Formação Profissional, mais precisamente no artigo 131º

Pode parecer que nos estamos a desviar do tema, mas não é assim.

Em boa verdade, este é o ponto de partida para o tema deste artigo.

É que mais do que uma obrigação legal das empresas, a formação profissional tem assumido um papel de destaque na inserção de desempregados novamente no mercado de trabalho.

Cursos para desempregados podem-te dar uma vantagem competitiva

Cursos para desempregados
Cursos para desempregados

Num mercado laboral tão competitivo como aquele que se vive nos dias que correm tudo conta e, por vezes, basta um detalhe para te ajudar a sobressair no meio de tantas e tantas candidaturas.

Apostar em cursos para desempregados pode ser uma boa ajuda, portanto, não deixes que o “desemprego” leve a melhor.

Deixamos uma recomendação final: Como fazer o curriculum vitae.

Boa sorte e bons estudos!

deixe o seu comentário


O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Carregando
Mudança de Cor