Pré-carregador

A Carregar

imagem

A importância das soft skills

As competências técnicas são importantes, porém o mercado hoje procura outro tipo de competências: as soft skills.

Mas então o que são soft skills?

Vamos explicar-te tudo neste artigo!

O que são as soft skills?

Primeiramente, o mercado de trabalho é cada vez mais competitivo, os profissionais valorizam as tuas competências e procuram uma melhoria contínua.

Nesse sentido, as soft skills são competências que envolvem a personalidade e o comportamento profissional e são particulares a cada pessoa mediante:

  • A experiência;
  • Cultura;
  • Educação.

Contrariamente às hard skills, que falaremos mais à frente, as soft skills envolvem aptidões mentais, emocionais e sociais.

Publicidade

Tipos de soft skills

Liderança
Liderança

Em outras palavras, as soft skills são capacidades que muitas vezes nascem contigo e que podem ser divididas como:

  • Ética;
  • Flexibilidade;
  • Resiliência;
  • Empatia;
  • Responsabilidade;
  • Liderança;
  • Resolução de problemas;
  • Criatividade;
  • Comunicação eficaz.

Qual a sua importância no mercado de trabalho?

Como podes ver, as soft skills são cada vez mais importantes no mundo profissional e no mercado de trabalho.

Desse modo, as organizações valorizam várias soft skills que, enquadradas na cultura da empresa, podem ajudar na tua candidatura ou promoção profissional.

Soft skills que são mais valorizadas

Atualmente, segundo alguns estudos, as empresas valorizam:

  • A capacidade de crescimento numa empresa;
  • Capacidade de trabalhar em equipa;
  • Forma de comunicação com colegas de trabalho;
  • Capacidade de manter relacionamentos no local de trabalho;
  • Capacidade de manter relacionamentos com clientes e parceiros de negócios;
  • Criar redes de contactos;
  • Facilidade de crescimento e adaptação;
  • Superação de desafios.

Soft skills menos valorizadas, mas importantes

Existem outras competências que são bastante valorizadas, ainda que mais “pequenas”, como:

  • A organização no local de trabalho;
  • Motivação;
  • Tomada de iniciativa;
  • Capacidade de inovar;
  • Capacidade de liderar;
  • Conseguir gerar confiança entre colegas, chefias e parceiros de negócios.

Cria a tua própria reputação

Assim, cria uma reputação no mercado, trabalha a tua marca pessoal criando uma rede de contatos e deixa que as empresas comecem a olhar para ti de uma forma diferenciada pela positiva.

Como desenvolver os teus pontos fortes?

Desenvolver soft skills
Desenvolver soft skills

As empresas procuram funcionários em quem possam confiar para representar a empresa de forma profissional e amigável.

Por isso, as habilidades pessoais distinguem os candidatos qualificados para uma função dos candidatos que vão exceder as expectativas com o seu esforço.

Dessa maneira, para desenvolveres as tuas soft skills, deves seguir os seguintes passos:

1. Reconhecer e estimular soft skills

Pois há profissionais que se destacam e é importante reconhecer as habilidades mais aparentes em cada colaborador e estimular o desenvolvimento delas.

2. Feedback

A troca de feedback contribui para que o colaborador ou candidato consiga perceber quais as suas principais soft skills e como as pode continuar a desenvolver.

3. Autoconhecimento

Muitas vezes o colaborador precisa de feedback para conseguir identificar as suas maiores aptidões.

Afinal, vai ajudá-lo, também, a desenvolvê-las ou melhorá-las autonomamente.

Publicidade

Como colocar as soft skills no currículo?

Curriculum Vitae
Curriculum Vitae

Além disso, são vários os exemplos de soft skills que poderás colocar no teu Curriculum Vitae.

No entanto, qualquer um pode dizer que é um líder, que tem capacidade de resiliência, capacidade de flexibilidade e entre outras.

Mais do que escrever no currículo, mostra, por exemplo:

  • Exemplos concretos;
  • Projetos que desenvolveste na tua vida académica;
  • Projetos pessoais;
  • Gosto pelas causas sociais;

Ou seja, essencialmente, mostra quem és fora do mercado de trabalho.

Outras opções

Ainda assim, podes também optar por ideias como:

  • Apresentar casos de sucesso em que trabalhaste;
  • Usa o LinkedIn, portefólio e outas plataformas para mostrares o que vales;
  • Usa testemunhos e o networking para falarem sobre ti;
  • Sê sincero – sinceridade e capacidade de reconhecer falhas é um bom princípio para melhorares os teus pontos fortes.

Como escrever no currículo

Se trabalhares, por exemplo, na área de Marketing, pode ser relevante colocar no currículo que és um bom líder usando exemplos práticos como:

Liderei a equipa da campanha de Marketing durante o Black Friday na organização X, alcançando 75% de aumento nas vendas neste período“.

Outro exemplo pode ser:

Participei num projeto de X na minha empresa e tínhamos pessoas que eram muito diferentes na equipa.

Eu tive a iniciativa de marcar um dia de team building para que a equipa se conhecesse melhor e, consequentemente, o trabalho ficasse bem feito.

No fim, o projeto acabou por ser dos mais rentáveis da empresa nesse ano”.

Soft skills valorizadas para diferentes profissões

Cada área de trabalho e respetiva profissão tem as suas características e competências próprias associadas.

De uma forma geral, o que é valorizado em qualquer área é:

  • O foco no cliente;
  • A capacidade de colaboração;
  • Trabalho em equipa;
  • Paixão por aprender;
  • Capacidade de sair da zona de conforto.

Existem também skills que ganham importância mediante a tua área profissional e, por isso, vamos te dar alguns exemplos.

Na área comercial

Área comercial
Área comercial

A capacidade de comunicação é um fator importante e cada vez mais valorizado nesta área, por razões óbvias.

A capacidade de interação com as pessoas, a confiança que vai ser gerada e o dom de “saber falar” são aspetos que fazem a diferença.

No mundo tecnológico

O pensamento criativo é a soft extramente valorizada aqui.

A capacidade de inovar, de pensar diferente e fora da caixa são pontos extra para a tua candidatura.

Na área da gestão

Área da gestão
Área da gestão

É praticamente impossível ser um líder proactivo sem saber comunicar bem e sem criar empatia para conseguir explorar e desenvolver o melhor de cada trabalhador.

Área do marketing e das vendas

Nesta área, é essencial que os colaboradores tenham a capacidade de se relacionarem bem entre si.

O relacionamento interpessoal é fundamental para atingir bons resultados.

Com o mercado de trabalho cada vez mais competitivo, os profissionais requerem um equilíbrio emocional.

Esse equilíbrio é essencial para que algumas situações de maior tensão ou pressão não afetem o rendimento no trabalho.

Medicina e advocacia

Medicina
Medicina

Presente em áreas como a advocacia, medicina e cargos de relevo, a ética profissional não é uma característica fácil de ser ensinada.

A ética é um aprendizado da vida e engloba tanto a postura como a responsabilidade do trabalhador.

Soft skills vs Hard skills

A verdade é que, certamente, já deves ter ouvido falar nestes dois termos. Mas será que percebes bem a diferença entre eles?

Se a resposta é “não”, então não te preocupes que eu explico!

Hard Skills

Hard skills
Hard skills

As hard skills são os conhecimentos aprendidos em formações, em cursos e outros empregos e, por isso, são também mais específicas.

São competências adquiridas pelo ensino, durante o tempo em que frequentaste a escola, o ensino secundário e a universidade.

Deverão ser explicitadas no CV de forma mais direta do que as soft skills e são colocadas à prova durante a entrevista de emprego.

As hard skills são os conhecimentos técnicos como:

  • Domínios de programas / ferramentas técnicas;
  • Formações / cursos superiores;
  • Ferramentas de informática;
  • Redes Sociais;
  • Programas de design;
  • Habilidades fundamentais para o exercício de uma função.

Ambas podem ter um papel determinante no teu currículo, por isso deves destacar aquilo que te define, como pessoa e como profissional.

Soft skills podem fazer a diferença na tua candidatura

Soft skills
Soft skills

Como viste, as soft skills são extremamente importante nos mercado de trabalho e podem fazer a diferença na tua próxima entrevista de emprego.

Procura sempre desenvolvê-las e melhorá-lhas para que consigas ser a melhor versão de ti mesmo.

Se tiveres mais dúvidas, vê o nosso artigo sobre o que deves saber antes de entrar na entrevista.

Publicidade

deixe o seu comentário


O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Carregando
Mudança de Cor